Steel Frame e Drywall: Saiba mais sobre esse modo de construir

O Steel Frame é um sistema de construir casas bastante utilizado em vários países, tais como o Japão, Estados Unidos, Argentina e vários na Europa. Esse sistema está se revelando uma inovação promissora no Brasil. A tendência é que, em breve, tenhamos demanda para mão de obra especializada nesse tipo de construção.

No Steel Frame, a estrutura de alvenaria tradicional é substituída por um esqueleto de aço galvanizado, composto de painéis, vigas, tesouras de telhado e outros elementos, projetados para sustentar as cargas da edificação. Sobre essa estrutura são acopladas várias camadas, garantindo a resistência do sistema, além de conforto térmico e acústico.

O resultado é uma construção semelhante a convencional, porém com algumas vantagens:

  • O concreto, que é a matéria prima na construção de tijolos, no Steel Frame é utilizado somente na etapa de fundação. Por isso a técnica também é conhecida como construção a seco. Isso faz com que esse sistema construtivo seja reconhecido como um método sustentável, pois emite 5 vezes menos CO² quando comparado ao sistema convencional e, exceto na etapa de fundação, não necessita de água. Além disso, o aço é um material reciclável;
  • Elaborada a partir dos cálculos de um projetista, que leva em conta padrões específicos do aço, a construção é resistente e ágil. O sistema impede ferrugem e abrasões, mantendo-se rígido ao longo do tempo;
  • A obra de um Steel Frame costuma demandar cerca de 1/3 do prazo da obra em alvenaria. Se você é pedreiro, essa oportunidade promete aumentar sua produtividade!
  • O ganho de área gira em torno de 5% se comparado a uma mesma planta de edificação em alvenaria. Isso é possível porque as paredes internas de uma edificação em Steel Frame têm espessura menor do que os tijolos;
  • Com Steel Frame é mais fácil realizar a passagem e manutenção de instalações elétricas, hidráulicas, gás e ar condicionado. Isso tudo sem necessidade de “quebradeira”.

Essa solução também evita o desperdício. Como o processo é industrializado, as etapas de obra são atividades de montagem. Consequentemente, há menor produção de entulho e praticamente não há sobras de material, pois a produção é feita sob medida para a instalação.

Vantagens do DryWall

De forma parecida, o DryWall é uma alternativa à parede de alvenaria. Constituído por chapas de gesso acartonado, pode ser preenchido com lã mineral para favorecer o isolamento térmico e acústico do ambiente.

Essa é a técnica de parede comumente utilizada nas construções Steel Frame, mas também pode ser uma alternativa interessante em casas de alvenaria, quando se deseja criar um divisor de ambientes, por exemplo.

As paredes de DryWall podem ser revestidas por pastilhas, cerâmica ou porcelanato. Dentre as opções de revestimento o azulejista deve levar em conta a capacidade dessa parede, que suporta até 10 kg/m².

Além da construção vertical (como parede), o Drywall pode ser construído horizontalmente, no caso de um segundo pavimento para lofts, mezaninos ou, ainda, para efeitos de acabamento e/ou decorativo, como rebaixamento de teto.

Imagem relacionada

Tipos de DryWall recomendados

Existem três tipos de DryWall, cada um com diferentes funções: a chapa branca é recomendada para forros e ambientes secos; a rosa é resistente ao fogo e a verde é indicada quando há umidade.

Sendo assim, para salas, quartos, corredores ou divisórias internas de ambientes, geralmente se utiliza a branca. Em paredes de cozinha, como aquelas próximas a fogões, fornos e cooktops, ou para áreas de lareira e churrasqueira, o indicado é utilizar a rosa. Já em banheiros, lavabos, lavanderias e áreas de serviço é recomendada a utilização da chapa verde, pela resistência à umidade.

O DryWall possui ótimo custo-benefício, podendo reduzir os custos da obra em até 15%, quando comparamos esse modelo à construção de alvenaria. Além disso, é estético e prático, pois permite esconder instalações elétricas e hidráulicas em sua estrutura interna. Quando houver necessidade de manutenção, basta recortar um pedaço da parede, podendo reposicioná-lo depois.

Acha que essa solução pode te ajudar na próxima obra?

Acesse o site da Inove Sua Obra para ter acesso aos melhores materiais de construção inovadores.

Comments

Comentários


Deixe uma resposta