Dicas de como fazer a lista de materiais de construção para a obra

Muitos são os brasileiros que desejam ter a casa própria. Algumas pessoas podem ter o acompanhamento de um engenheiro ou arquiteto como responsável técnico. Por outro lado, milhares não podem contratar alguém para reformar ou construir casa.

Antes de iniciar o projeto da sonhada moradia é importante ter pelo menos uma orientação técnica com alguém habilitado a evitar problemas na obra. Tenha também ao seu lado um pedreiro experiente para garantir a execução de um bom trabalho. Além do auxílio desses profissionais, existem alguns cuidados específicos que te levarão ao alcance do objetivo.

Para não se perder no meio dessa tarefa, fazer uma lista com o material de construção que vai ser usado é importante. Ela é indispensável para iniciar a obra, seja para construir ou reformar, uma vez que cada etapa exige materiais e ferramentas específicas.

E, para evitar transtornos, atrasos e gastos desnecessários, é preciso organização.  Calcular a quantidade que deve ser comprada, além de evitar desperdício e paralisação na obra, garante que não falte material no meio do caminho.

Antes de ir às compras faça pesquisa de preço em lojas de material de construção. É lá que você vai conseguir orçamentos e negociar com o comerciante.

Itens por fase da obra

Ao fazer a lista de materiais você vai perceber que não é necessário comprar tudo de uma vez. Crie categorias para cada objetivo, seja ele estrutural, de alvenaria, instalação elétrica, instalação hidráulica, cobertura ou acabamento.

No acabamento, a dica é fazer listas específicas para cada cômodo da casa, ou seja, uma para cada um: banheiros, cozinha, área externa, quartos, sala.

Alguns itens podem ser calculados por estimativa, sem precisão, como tijolo, cimentos e argamassa. Para a fase de acabamento essa lista precisa ser mais específica, tendo uma pequena sobra para o caso de quebra – como, por exemplo, de alguma peça do azulejo.

Para não cometer erros é possível fazer curso que ensina a calcular as quantidades de cada item. Também existem aplicativos para auxiliar nesse trabalho. Além disso, a Inove sua Obra está preparada para ajudar a calcular a quantidade necessária para cada etapa da construção.

Cronograma de compras

Um cronograma ajuda a programar cada fase e evitar prejuízos com atraso e paradas na construção. Alguns materiais podem ser comprados com prazo menor, já outros, em especial os de acabamento, devem ser comprados com antecedência para evitar atraso na entrega. O mesmo vale para peças personalizadas e exclusivas, que demandam tempo para serem produzidas.

Além disso, alguns produtos têm tamanhos e substâncias para executar uma função específica. Tijolo e bloco têm dimensões e materiais diferentes. Verifique qual é o mais adequado para o tipo de trabalho a ser executado.

Dica: não compre areia úmida, pois, ao secar, ela pode apresentar diferença na quantidade. Observe se há algum material misturado à areia, como pó de serragem e terra.

Ao comprar os materiais elétricos, como disjuntores, fios e cabos, confira a tensão. Os cabos condutores de energia devem ser de cobre e não ter material ferroso. Parafusos, rebites, molas e outros materiais de ferro não podem conter ferrugem.

Existem várias opções para fazer o telhado. A escolha vai depender do seu gosto e do local onde o material vai ser aplicado. O telhado pode ser feito com amianto, cerâmica, concreto, de vidro, materiais ecológicos ou metal. Para evitar umidade e infiltração na laje existem impermeabilizantes, como o Vedalaje, que evita transtornos no fim da obra.

Quando o assunto é tinta, alguns erros podem comprometer todo o trabalho. Existem tintas próprias para ambientes úmidos, como banheiro e lavanderias. O mesmo acontece com pintura de metal e madeira.

Para não perder dinheiro, compre uma quantidade menor e faça o teste para verificar se ela vai dar o resultado que você deseja. Depois de escolher a tinta que mais gosta, tenha as ferramentas certas para a pintura, como filme de isolamento, espuma e Pad.

Segurança e qualidade

Itens da parte elétrica devem estar de acordo com as normas de segurança e ser de qualidade, pois podem colocar em risco sua família e a estrutura da construção.

Quanto à parte hidráulica, vale investir em itens de qualidade para evitar prejuízo. Estima-se que 70% dos problemas após a construção têm relação com a hidráulica. Consulte um encanador para comprar o material correto.

Para não desperdiçar nada é fundamental acomodar os materiais de construção em local adequado. Portanto, observe as instruções do fabricante e coloque materiais e ferramentas em espaços corretos para que não estraguem.

Para não atrapalhar o serviço do azulejista, e fugir das despesas excessivas, certifique-se de não fazer pilhas altas com as caixas da cerâmica, isso evita quedas. A areia e o cimento, que não deve ser comprado com muita antecedência para não endurecer, devem ficar em local coberto.

Por fim, sempre confira a entrega para se certificar de que não há peças danificadas no lote comprado, ou que a mercadoria não seja entregue em menor quantidade.Com esse planejamento é viável fazer um projeto de construção ou reforma e gastar pouco, investindo apenas o necessário em cada etapa. O cronograma garante que nada seja comprado sem necessidade, evitando desperdício.

Comments

Comentários


Deixe uma resposta