Armações de ferro: 3 pontos para ficar atento na obra

As armações de ferro são essenciais para qualquer obra. Usá-las de forma adequada, e de acordo com as suas funções, garante maior resistência e suporte às estruturas de casas e edifícios.

Existe grande variedade de armações de ferro ou ferragem, que são produzidas pela indústria, para atendimento à construção civil. O mais importante é identificar a utilização de cada uma.

Dicas para a perfeita utilização das armações de ferro

Toda construção requer atenção e cuidados. Afinal, são muitos profissionais no canteiro de obra, manuseando máquinas em funcionamento e aguardando materiais que chegam o tempo todo. Dependendo do momento, fica até difícil controlar tantas frentes de trabalho…

Portanto, lembre-se de dar uma atenção especial às armações de ferro. Elas são de extrema importância na construção civil, pois vão compor toda a estrutura do imóvel. Imagine o desperdício de tempo, dinheiro e energia e a dor de cabeça, para o cliente ou a construtora, de uma estrutura mal feita. Não dá pra cochilar nessa etapa!

O pior é que, muitas vezes, as falhas não tem a ver com a mão de obra, ou seja, com a elaboração do trabalho em si, mas com alguns cuidados que não foram tomados, previamente, com o material.

Para evitar que você seja a próxima vítima do próprio descuido, separamos três pontos de atenção na obra envolvendo armações de ferro que podem acabar com pelo menos metade das suas preocupações.

1 –  Atenção ao armazenamento das armações de ferro

Todo cuidado é pouco, ainda mais em se tratando de ferragens. A orientação é evitar armazenar as armações de ferro em locais com grande umidade e não deixar o aço em contato direto com o solo.

Muitas são as possibilidades de as armações enferrujarem na obra, mas não é necessário entrar em pânico. Elas podem ser utilizadas na construção sem nenhum problema, desde que a ferrugem seja superficial e não tenha comprometido a seção do aço.

2 – Evite o uso de produtos anticorrosivos nas armações de ferro

A utilização de óleos ou graxas para proteger as barras de aço não é, de forma alguma, indicada. Essa atitude inviabiliza o material para o uso estrutural – perdendo, assim, a aderência necessária com o concreto.

3 – Escolha uma boa equipe de profissionais

A importância de poder contar com uma boa equipe de armadores faz toda a diferença na execução do serviço. Esses profissionais conseguem aproveitar da melhor forma possível as barras de aço, evitando cortes desnecessários, dobras erradas e o desperdício de material.

Mas já fica a sugestão: para não errar em sua obra, utilize o Molfix, clique aqui para saber como utilizá-lo.

O Molfix é fabricado em um rigoroso controle de qualidade desse material, respeitando as normas técnicas brasileiras e dando ao cliente final o melhor custo-benefício do mercado.

Tem mais alguma dúvida sobre armações de ferro? Entre em contato com a gente.

Comments

Comentários


Deixe uma resposta