Pedreiros e Azulejistas: Como conquisar a confiança e encantar clientes

Existe uma conclusão popular que atesta contra os bons profissionais da construção civil: sabemos quando uma obra começa, mas nunca quando ela termina.

Apesar de as pessoas dizerem essa frase como se já estivessem acostumadas com toda a dor de cabeça e os aborrecimentos que uma obra carrega, mudar a percepção dessa realidade para os clientes é a primeira forma de encantá-los.

É preciso que pedreiros e azulejistas fujam da imagem de “enroladores” para conseguir conquistar uma clientela ainda maior e, com ela, possa ganhar melhor a vida.

Aliás, vale lembrar que fidelizar clientes, hoje, é mais importante do que conseguir novos. Afinal, quando um cliente é fidelizado, ele sempre chamará o mesmo profissional – o que aumenta suas chances de trabalhar por muito tempo para uma mesma pessoa. Além disso, quem está fidelizado vai fazer propaganda gratuita e honesta do seu serviço para outras pessoas, fazendo com que sua carteira de clientes aumente de maneira gradual.

Por outro lado, achar só clientes novos o tempo todo pode significar que seu trabalho não está conquistando nenhum deles – e, por isso, eles não voltam. Isso é mal sinal, pois o mercado da construção passa por momentos de grande dificuldade, onde só aqueles profissionais que têm boa reputação conseguem manter seus ganhos em um mesmo patamar, já que são chamados sempre para novos serviços.

Como conquistar clientes?

Lembre-se que ter técnica e habilidade para realizar um bom trabalho é essencial, mas não é tudo. o que vai, mesmo, fazer com que os clientes se apaixonem pelo seu serviço vai além do que você faz ou dos materiais que usa.

No fim do dia, a decisão pelo resultado do seu trabalho é muito mais emocional: como vocês fez seus clientes se sentirem durante a obra (seguros? Amparados? Irritados? Felizes?), e isso diz respeito a três macetes básicos para fidelizar a clientela:

1. Disponibilidade para responder dúvidas

Existem pedreiros e azulejistas que não suportam ter o cliente sempre perguntando sobre o que será feito a seguir. Não seja essa pessoa. Lembre-se que quem te contrata não tem o conhecimento técnico para aquilo (senão, teria feito ele mesmo o serviço), mas está se matando de trabalhar para pagar alguém que resolva seu problema.

Então, o mínimo que ele merece é atenção para suas dúvidas e medos. Explique o trabalho, os prazos, os materiais, o orçamento e esteja disponível para quando o cliente precisar falar contigo. Na era do WhastApp esse contato fica mais fácil e pessoal, e os clientes com certeza recomendarão alguém que os atenda em momentos de ansiedade.

2. Assertividade nas informações

O que tem de profissional da construção civil fazendo rodeios para explicar uma obra ou um material não está no gibi…

Dar atenção ao cliente não significa enrolá-lo com respostas de 20 minutos que vão confundi-lo ainda mais. Seja sempre assertivo, dizendo aquilo que o cliente precisa ouvir, em um vocabulário que ele vai entender, e não tente encher linguiça quando você não souber do que está falando.

Se ele vier com uma dúvida para a qual você não faz a menor ideia da resposta, diga que vai pesquisar e depois retorne. Só não invente ou enrole. Além de ser feio, isso não encanta os clientes.

3. Postura no ambiente de trabalho

Andar sem camisa, fumar, deixar tudo bagunçado, falar palavrão… tudo isso vai contra sua postura profissional, e o seu profissionalismo é tudo o que você tem para garantir sua vaga no mercado de trabalho.

Por isso, respeite as regras da casa – na maioria das vezes elas são as mesmas, como usar roupa adequada, não fumar, limpar as bagunças e não usar vocabulário de baixo calão – e encante seus clientes por se mostrar uma pessoa educada, compreensiva e paciente.

Outra forma de ter postura no ambiente de trabalho é assumindo responsabilidades. O mundo está cheio de pessoas que põem a culpa nos outros, e essas pessoas enchem o saco. Seja responsável pelo que você faz e assuma seus erros. Quando isso acontece, o cliente te valoriza muito mais.

Você vai, o trabalho fica

Por fim, encante seu cliente através da qualidade e da duração do seu serviço. Nada irrita mais alguém que pagou por uma obra do que ter retrabalho, pagando um novo profissional para fazer o mesmo serviço, que foi mal feito por você.

Isso queima filme e pode te deixar fora do circuito de pedreiros e azulejistas para sempre!

Para evitar isso, utilize materiais e ferramentas de qualidade, sempre explicando para o cliente quais são os que melhor vão resolver o problema, ainda que sejam mais caros. E, acima de tudo, dê garantia pelo seu serviço.

Se você se utilizar de bons materiais e boas técnicas, não precisará refazer nada, mas só o fato de o cliente saber que pode contar com você caso algo dê errado já traz mais segurança a ele.

Viu como é fácil?

Ser um pedreiro ou azulejista que encanta clientes – e consegue se virar até nos momentos de crise econômica – só depende de você e das suas atitudes.

Comments

Comentários


Deixe uma resposta